MAPAS MENTAIS: GESTÃO DO CONHECIMENTO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

02/11/2009

________________________________________

(2007, Tecnologias de Informação e Comunicação, 2º semestre de graduação)

________________________________________

Escopo

Relacionar Gestão do Conhecimento e Tecnologias de Informação e Comunicação, apresentando  mapas mentais como ferramentas integradoras de ambas as vertentes.

Produto: conceitos e benefícios envolvidos

O estudo teve como produto a síntese de teorias envolvendo Gestão do Conhecimento e Tecnologias de Informação e Comunicação, associada a benefícios que organizações têm quando aplicam ambos de forma integrada:

 

Mapa conceitual: Gestão do Conhecimento

Mapa conceitual: Gestão do Conhecimento

Mapa conceitual: TICs

Mapa conceitual: TICs

Benefícios organizacionais

Benefícios organizacionais

 

 

Reflexão, Considerações

O conhecimento em organizações precisa ser criado e gerenciado com eficiência e pracitidade, onde as TICs contribuem na disseminação e sistematização dos conteúdos.

Ferramentas como o MindManager, para construção de mapas mentais, reunem e apresentam informações de maneira objetiva e com diminuição de erros de interpretação.

Mapas mentais permitem que as pessoas organizem e relacionem idéias de maneira criativa, rápida e radial, aumentando a capacidade de planejamento organizacional e análise de problemas.

Dados gerais

Orientação: Profª. Drª. Denise Fukumi Tsunoda

Equipe*: Ana Carolina Greef; Camila Manfrinatto; Florindo Rhaoni Picoli; Francisco Daniel de Oliveira Costa

* os autores têm plena ciência e acordo da publicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o texto (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

____________________________________________________________________________

Anúncios

GERENCIAMENTO DE PROJETO: MODELO DE POLÍTICA DE INFORMAÇÃO PARA O COLÉGIO ESTADUAL FLÁVIO F. DA LUZ

02/11/2009

________________________________________

(2008, Gestão de Projetos, 4º semestre de graduação)

________________________________________

Escopo

Gerenciar o projeto de “Diretrizes informacionais para o Colégio Estadual Flávio F. Da Luz” segundo as nove áreas de conhecimento da Gestão de Projetos (Project Management Insitute): integração, aquisições, riscos, comunicação, recursos humanos, qualidade, custos, tempo, escopo.

Produto: Estrutura de gerenciamento

O projeto foi gerenciado conforme as áreas de conhecimento estabelecidas pelo Project Management Institute, de onde foram extraídas questões chave a serem respondidas durante a execução:

| Qual o conceito da área de conhecimento em questão?

| O que foi planejado como produto do projeto nessa área de conhecimento?

| Quais são entradas, processos e saídas no desenvolvimento desse produto?

| O que foi realizado no desenvolvimento desse produto?

Produtos do gerenciamento

Cada área de conhecimento abordada originou um ou mais produtos de gerenciamento, criados e atualizados durante todo o cronograma:

Escopo: objetivo geral e Estrutura Analítica do Projeto

Tempo: cronograma de desenvolvimento do projeto

Custos: orçamento previsto e realizado para desenvolvimento do projeto

Qualidade: modelo PDCA com periodicidade semanal, estabelecendo em cada ciclo a estrutura 4w2h: What (quem), Why (por que), When (quando), Who (quem), How (como) e How Much (quanto)

Recursos humanos: atribuição de funções, distribuição de tarefas e construção de conteúdos conforme as mesmas

Comunicação: espaço de discussão e diário do grupo em Ambiente Virtual de Aprendizagem

Riscos: listagem de riscos e plano de contingência para cada fator identificado

Aquisições: modelagem de contrato de recursos humanos

Integração: declaração formal do trabalho; mapeamento de fatores ambientais; visão do projeto; mapeamento de stakeholders e suas expectativas; sistematização dos processos do desenvolvimento, expectativas e atividades; mapeamento de objetos de negócio e respectivo ciclo de vida

Reflexão, Considerações

A resposta constante às questões de gerenciamento ofereceu ao grupo parâmetros da evolução do projeto dentro de seu cronograma, apontando o que poderia ainda ser explorado e os pontos fortes do desenvolvimento.

A estrutura desenvolvida serve como boa prática para a realização de outros projetos pelo grupo. O gestor da informação tem a competência de identificar essa estrutura e apresentá-la a organizações de maneira gerenciável.

Organizações e grupos de trabalho teriam projetos agilizados utilizando esse tipo de estrutura, pois integrantes e gerentes teriam meios de controlar o andamento e aplicar planos de contingência caso necessário.

Dados gerais

Orientação: Prof. Dr. José Simão de Paula Pinto

Equipe*: Ana Carolina Greef; Camila Manfrinatto; Florindo Rhaoni Picoli; Francisco Daniel de Oliveira Costa

* os autores têm plena ciência e acordo da publicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o texto (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com


____________________________________________________________________________