I JORNADA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO: SUGESTÃO 2009

04/11/2009

_______________________________________________

(2009, Produtos e Serviços de Informação, 5º semestre de graduação)

_______________________________________________

Escopo

Um evento para apresentar o gestor da informação à comunidade, abraçando sob o mote “SuGestão 2009” e temática principal “Gestão da Informação e Desenvolvimento”, trabalhos acadêmicos, produtos tecnológicos, palestras de gestores atuantes em empresas consolidadas no mercado, novos projetos, histórico e parcerias do curso. Tudo isso em comemoração aos 10 anos do curso de graduação em Gestão da Informação, 15 anos do Jardim Botânico Municipal de Curitiba e 45 anos do Museu Botânico Municipal de Curitiba, parceiros e sede do evento.

Premissas

O gestor da informação é o profissional da atualidade e do futuro, capaz de lidar com a informação nos mais diversos contextos. Os 10 anos do curso de graduação incentivaram à divulgação desse potencial e à integração entre docentes e discentes de graduação e pós-graduação na busca por mostrar as competências dessa profissão.
Um evento com benefícios à comunidade infanto-juvenil, adulta e empresarial, apresentando as faces de atuação da gestão da informação no desenvolvimento social, econômico, organizacional, sustentável.

Produto: o evento e subprodutos

A Jornada, realizada no Museu  Botânico Municipal de Curitiba, teve duração de 9 dias entre julho e agosto de 2009, e apresentou os seguintes subprodutos:

| evento em CD-ROM;

| painéis e exposições de histórico, trabalhos acadêmicos e projeto Mapa Verde Curitiba;

| sessões temáticas de trabalhos acadêmicos;

| palestras temáticas com gestores formados;

| atividades de educação ambiental para crianças;

| Mapa Verde Curitiba;

| ilha tecnológica: realidade aumentada, twitter, blog, materiais de parceiros;

| vídeos informativos e de trabalhos desenvolvidos;

| conferência sobre “Gestão da Informação e Desenvolvimento”.

Retorno sobre o investimento

O evento teve participação de mais de 3000 pessoas durante sua realização, de em média 200 cidades do Brasil e 10 países. Teve participação em mais de 100 rádios de todo o Brasil e em todas as emissoras de televisão do Paraná, totalizando, em termos de imprensa, um retorno médio de R$ 42000,00.

As parcerias consolidadas com Ciabrink (R), O Boticário, Oppitz Soluções Tecnológicas, Redisul Engenharia de Redes, Elco Engenharia de Montagens e o próprio Museu e Jardim Botânicos, sem visar o lucro e com foco em troca de serviços, giraram em torno de R$ 200000,00 em investimento de recursos, tempo, produtos, serviços e imprensa.

O evento foi financiado pela SETI e pela UFPR, por participação em editais.

Rendeu aos gestores da informação formados pela UFPR o prestígio de todas essas entidades e organizações, inclusive da Prefeitura Municipal de Curitiba, a abertura de portas em novas organizações e contatos que poderão gerar parcerias duradouras e produtivas.

Reflexão e considerações

Realizar a I Jornada de Gestão da Informação foi um desafio excepcional à comissão organizadora, pelo volume de conteúdos e recursos envolvidos, além da responsabilidade do evento em divulgar a profissão.

Aplicar a gestão da informação ao desenvolvimento é uma missão e uma premissa que todo profissional da área deve seguir, para que sua atuação tenha benefícios além dos econômicos, mas que contribua efetivamente para o crescimento da sociedade.

Dados gerais

Orientação: Profª. Drª. Maria do Carmo Duarte Freitas

Equipe*: Ana Carolina Greef; Francisco Daniel de Oliveira Costa.

*os autores estão cientes e de acordo com a puublicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o conteúdo (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

____________________________________________________________

 


MAPAS MENTAIS: GESTÃO DO CONHECIMENTO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

02/11/2009

________________________________________

(2007, Tecnologias de Informação e Comunicação, 2º semestre de graduação)

________________________________________

Escopo

Relacionar Gestão do Conhecimento e Tecnologias de Informação e Comunicação, apresentando  mapas mentais como ferramentas integradoras de ambas as vertentes.

Produto: conceitos e benefícios envolvidos

O estudo teve como produto a síntese de teorias envolvendo Gestão do Conhecimento e Tecnologias de Informação e Comunicação, associada a benefícios que organizações têm quando aplicam ambos de forma integrada:

 

Mapa conceitual: Gestão do Conhecimento

Mapa conceitual: Gestão do Conhecimento

Mapa conceitual: TICs

Mapa conceitual: TICs

Benefícios organizacionais

Benefícios organizacionais

 

 

Reflexão, Considerações

O conhecimento em organizações precisa ser criado e gerenciado com eficiência e pracitidade, onde as TICs contribuem na disseminação e sistematização dos conteúdos.

Ferramentas como o MindManager, para construção de mapas mentais, reunem e apresentam informações de maneira objetiva e com diminuição de erros de interpretação.

Mapas mentais permitem que as pessoas organizem e relacionem idéias de maneira criativa, rápida e radial, aumentando a capacidade de planejamento organizacional e análise de problemas.

Dados gerais

Orientação: Profª. Drª. Denise Fukumi Tsunoda

Equipe*: Ana Carolina Greef; Camila Manfrinatto; Florindo Rhaoni Picoli; Francisco Daniel de Oliveira Costa

* os autores têm plena ciência e acordo da publicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o texto (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

____________________________________________________________________________


PROJETO DE BANCO DE DADOS PARA REGISTRO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

25/10/2009

________________________________________

(2009, Banco de Dados, 5º semestre de graduação)

________________________________________

OrientaçãoProf. Dr. Egon Walter Wildauer

Escopo

Desenvolver projeto de banco de dados para controle de registros sobre trabalhos de conclusão de curso desenvolvidos no curso de graduação em Gestão da Informação, ministrado no âmbito do Departamento de Ciência e Gestão da Informação, da Universidade Federal do Paraná.

Premissas

A informação é recurso que, devido a seu caráter intangível, tem alto valor competitivo e deve ser gerenciada visando a agregação de valor à organização em questão. O produto pretende alinhar-se às necessidades da organização em questão para diminuir custos operacionais e disponibilizar informações organizadas a docentes, discentes e pesquisadores.

Método

Elaborou-se o modelo conceitual do banco de dados, a partir de entrevista com a chefia do Departamento em questão, originando as entidades e relacionamentos do protótipo, cujo modelo de tabelas foi desenhado a seguir. A partir do modelo, foi construído o Diagrama Entidade-Relacionamento e desenvolvido o protótipo de banco de dados com consulta via Web, a ser apresentado aos usuários.

Produto: banco de dados com consulta via Web

O modelo entidade-relacionamento apresentado abaixo representa a estrutura do banco de dados desenvolvido e posteriormente apresentado aos usuários. A proposta permanece em discussão por parte do Departamento e aguarda implementação efetiva.

Modelo entidade-relacionamento

Dados gerais

Orientação: Prof. Dr. Egon Walter Wildauer

Mais…

Deixe comentários sobre o conteúdo (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

___________________________________________________________


IMAGENS DIGITALIZADAS COM APLICAÇÃO em GESTÃO ELETRÔNICA de DOCUMENTOS

25/10/2009

______________________________________________

(2008, Gestão de Documentos, 4º semestre de graduação)

_________________________________________

Escopo

Discutir características da Gestão Eletrônica de Documentos sob o viés de sua aplicabilidade em organizações e com foco em imagens digitalizadas e seu contexto.

Premissas

Os volumes de documentos gerados e gerenciados por organizações devem ser armazenados conforme sua pertinência e normas de distribuição. A Gestão Eletrônica de Documentos (GED) viabiliza que tais atividades sejam agilizadas, bem como que custos de infraestrutura e tempo na busca por informações sejam reduzidos.

Discussão

A GED tem intenção de gerenciar eletronicamente o ciclo de vida de documentos e, consequentemente, de informações. São vantagens desse processo:

| demanda por visualização rápida de documentos;

| liberação de espaço físico;

| interoperabilidade de sistemas de trabalho;

| possibilidade de gerenciamento e distribuição de forma remota.

A Ged possibilita gerenciar documentos de texto, onde as informações são essencialmente dinâmicas, e de imagem, onde as informações são essencialmente estáticas.


Produto: processo de digitalização de imagens

A digitalização de imagens com aplicação GED tem um processo e componentes bem definidos, conforme sistematizado na pesquisa:

Processo digitalização imagens


Considerações

O seminário possibilitou aprofundamento de conhecimentos sobre o escopo da gestão de documentos e ciclo de vida da informação em organizações. A gestão desse mesmo ciclo é demanda real e latente nesses ambientes, onde o gestor da informação pode atuar para melhoria dos processos. Adquiriu-se habilidade de discutir o assunto e, junto com os públicos interessados, buscar soluções para eventuais problemas no gerenciamento de documentos.

Dados gerais

Orientação: Prof. Dr. Egon Walter Wildauer

Equipe*: Ana Carolina Greef; Camila Manfrinatto; Florindo Rhaoni Picoli. Francisco Daniel de Oliveira Costa

* os autores têm plena ciência e acordo da publicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o conteúdo (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

___________________________________________________________