I JORNADA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO: SUGESTÃO 2009

04/11/2009

_______________________________________________

(2009, Produtos e Serviços de Informação, 5º semestre de graduação)

_______________________________________________

Escopo

Um evento para apresentar o gestor da informação à comunidade, abraçando sob o mote “SuGestão 2009” e temática principal “Gestão da Informação e Desenvolvimento”, trabalhos acadêmicos, produtos tecnológicos, palestras de gestores atuantes em empresas consolidadas no mercado, novos projetos, histórico e parcerias do curso. Tudo isso em comemoração aos 10 anos do curso de graduação em Gestão da Informação, 15 anos do Jardim Botânico Municipal de Curitiba e 45 anos do Museu Botânico Municipal de Curitiba, parceiros e sede do evento.

Premissas

O gestor da informação é o profissional da atualidade e do futuro, capaz de lidar com a informação nos mais diversos contextos. Os 10 anos do curso de graduação incentivaram à divulgação desse potencial e à integração entre docentes e discentes de graduação e pós-graduação na busca por mostrar as competências dessa profissão.
Um evento com benefícios à comunidade infanto-juvenil, adulta e empresarial, apresentando as faces de atuação da gestão da informação no desenvolvimento social, econômico, organizacional, sustentável.

Produto: o evento e subprodutos

A Jornada, realizada no Museu  Botânico Municipal de Curitiba, teve duração de 9 dias entre julho e agosto de 2009, e apresentou os seguintes subprodutos:

| evento em CD-ROM;

| painéis e exposições de histórico, trabalhos acadêmicos e projeto Mapa Verde Curitiba;

| sessões temáticas de trabalhos acadêmicos;

| palestras temáticas com gestores formados;

| atividades de educação ambiental para crianças;

| Mapa Verde Curitiba;

| ilha tecnológica: realidade aumentada, twitter, blog, materiais de parceiros;

| vídeos informativos e de trabalhos desenvolvidos;

| conferência sobre “Gestão da Informação e Desenvolvimento”.

Retorno sobre o investimento

O evento teve participação de mais de 3000 pessoas durante sua realização, de em média 200 cidades do Brasil e 10 países. Teve participação em mais de 100 rádios de todo o Brasil e em todas as emissoras de televisão do Paraná, totalizando, em termos de imprensa, um retorno médio de R$ 42000,00.

As parcerias consolidadas com Ciabrink (R), O Boticário, Oppitz Soluções Tecnológicas, Redisul Engenharia de Redes, Elco Engenharia de Montagens e o próprio Museu e Jardim Botânicos, sem visar o lucro e com foco em troca de serviços, giraram em torno de R$ 200000,00 em investimento de recursos, tempo, produtos, serviços e imprensa.

O evento foi financiado pela SETI e pela UFPR, por participação em editais.

Rendeu aos gestores da informação formados pela UFPR o prestígio de todas essas entidades e organizações, inclusive da Prefeitura Municipal de Curitiba, a abertura de portas em novas organizações e contatos que poderão gerar parcerias duradouras e produtivas.

Reflexão e considerações

Realizar a I Jornada de Gestão da Informação foi um desafio excepcional à comissão organizadora, pelo volume de conteúdos e recursos envolvidos, além da responsabilidade do evento em divulgar a profissão.

Aplicar a gestão da informação ao desenvolvimento é uma missão e uma premissa que todo profissional da área deve seguir, para que sua atuação tenha benefícios além dos econômicos, mas que contribua efetivamente para o crescimento da sociedade.

Dados gerais

Orientação: Profª. Drª. Maria do Carmo Duarte Freitas

Equipe*: Ana Carolina Greef; Francisco Daniel de Oliveira Costa.

*os autores estão cientes e de acordo com a puublicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o conteúdo (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

____________________________________________________________

 


POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO: SISTEMATIZAÇÃO DE UM MODELO DE DIRETRIZES INFORMACIONAIS PARA COLÉGIO ESTADUAL FLÁVIO F. DA LUZ

02/11/2009

___________________________________________

(2008, Políticas de Informação, 4º semestre de graduação)

___________________________________________

Escopo

Identificação de aspectos do uso do Portal Dia-a-Dia Educação por professores do Colégio Estadual Flávio F. da Luz (Curitiba, PR), para comparação entre as características do Portal e esse uso efetivo, visando modelar uma política de informação unindo ambas as vertentes.

Premissas

Políticas de informação devem  explicitar a mentalidade e a realidade de organizações privadas ou públicas, mediando a inserção de tecnologias em ambientes de valores e práticas pedagógicas como a rede de ensino,  devolvendo ao humano o controle sobre tarefas e de decisões.

Métodos

Para cada objetivo do projeto, foi estabelecido um conjunto específico de métodos de pesquisa e, consequentemente, de resultados:

Objetivos e métodos do desenvolvimento da Política de Informação

Objetivos e métodos do projeto de Política de Informação

Produto: modelo de política de informação

A política de uso do Portal Dia-a-Dia Educação pelos professores do Colégio Estadual Flávio F. da Luz (Curitiba, PR) tem como objetivo apresentar conceitos do Portal, objetivos de uso desse como apoio a práticas de ensino no Colégio  e meios adequados de aplicação desses objetivos.

Foi construída com os seguintes componentes:

| Introdução e esclarecimentos sobre a política

| Definição de termos

| Princípios do Portal e usos de seu conteúdo (comunicação, formação e informação)

| Postagem de conteúdos no Portal (Ambiente Participativo Colaborativo)

– propriedade intelectual

– avaliação dos conteúdos

| Tecnologia de acesso ao Portal e segurança da informação

| Assessorias

| Avaliação

Reflexão e considerações

O projeto permitiu identificar falhas sobre os objetivos de uso do Portal Dia-a-Dia Educação e seu uso efetivo, possibilitando a sugestão de um modelo preliminar de política de informação. Esse modelo contribui para a resolução de problemas identificados no estudo de caso  e determina que a tecnologia seja desenvolvida e utilizada com foco em necessidades informacionais de seu  público-alvo.

Políticas de informação são produtos que o gestor da informação pode desenvolver nos mais diversos contextos para mediar níveis estratégico, tático e operacional e estabelecer normas a serem seguidas na criação, captura, tratamento, análise, disseminação, uso e descarte da informação.

O projeto trouxe experiência à equipe de desenvolvimento e a visão de que todo o processo da informação deve ser sistematizado e normatizado para que possa acontecer com um mínimo possível de barreiras.

 

Dados gerais

Orientação: Profª. Drª. Patrícia Zeni Marchiori

Equipe*: Ana Carolina Greef; Camila Manfrinatto; Florindo Rhaoni Picoli; Francisco Daniel de Oliveira Costa

* os autores têm plena ciência e acordo da publicação deste conteúdo

Mais…

Deixe comentários sobre o texto (link abaixo)

Para obter o texto completo: ac.greef@gmail.com

_____________________________________________________